Começam obras de gasoduto

20/05/2015

Seis anos depois do início da interiorização do gás natural, a antiga promessa do governo Eduardo Campos começa, de fato, a sair do papel. A Companhia Pernambucana de Gás (Copergás) anunciou o início das obras de construção do gasoduto Caruaru-Belo Jardim. Orçado em R$ 58,7 milhões, o sistema será composto por 52,7 quilômetros (km) de tubulação com capacidade para transportar até 500 mil metros cúbicos de gás natural por dia. A previsão é que a estrutura seja entregue em agosto do ano que vem. A instalação do canteiro de obras e a chegada do primeiro lote de tubos de aço para o trecho Caruaru-Belo Jardim também aumentam as expectativas em torno da distribuição de gás para todo o interior do Estado.

Os planos da Copergás é implantar, em seguida, a etapa Belo Jardim-Arcoverde, com 125 km de extensão e com isso construir a primeira estação de Gás Natural Liquefeito (GNL) do Estado. O gasoduto Caruaru-Belo Jardim será composto por tubos de aço sendo 1,6 km com seis polegadas, 2,3 km com quatro polegadas, 1,3 km com três polegadas e 47,5 km com 12 polegadas de diâmetro.

Para dinamizar a construção foram criadas frentes de trabalho, executando serviços simultaneamente nos trechos compreendendo os municípios de Caruaru a Tacaimbó e deste a Belo Jardim. Sob a responsabilidade da construtora Tecmaster, vencedora da licitação, a obra d gasoduto Caruaru-Belo Jardim receberá um aporte de R$ 10 milhões da indústria d baterias Moura, maior consumidora de gás natural na região. Segundo dados da Copergás, Pernambuco possui atualmente 600 km de gasodutos e um consumo médio superior a 3 milhões de metros cúbicos por dia nos segmentos industrial, geração cogeração, residencial, comercial, veicular e termelétrico.

Fonte: Folha de Pernambuco / Economia / 20-05-2015