Consumo de gás natural sobe 10,9% até julho

03/09/2014

O consumo de gás natural no país subiu 10,9% de janeiro a julho desse ano, de acordo com levantamento da Abegás, puxado pelas termelétricas. A geração térmica nos sete primeiros meses do ano apresentou aumento de 14,3%.

De acordo com a associação que reúne as empresas de gás canalizado, a cogeração verificou elevação de 3,78% no acumulado do ano. No setor industrial, a alta foi de apenas 1,44% no ano até julho, o que reflete a perda da competitividade do setor, principalmente para as indústrias que fazem uso intensivo do combustível, afirmou a entidade.

Em julho, a EPE verificou quedas expressivas no consumo de energia do setor industrial. As residências tiveram queda de 4,7% no acumulado desde o início do ano e o setor comercial teve alta de 1,6% nos sete primeiros meses do ano.

Julho ante junho

Considerando a demanda por gás natural em julho ante junho, o consumo de gás natural avançou 3,3% enquanto a geração elétrica apresentou crescimento de 4,7% no mesmo período.

De janeiro a julho desse ano, o segmento de cogeração registrou um acréscimo de 1,26%, quando comparado com junho. Na visão da Abegás, o setor registrou aumento moderado nos últimos dois meses, considerando que o segmento vinha ganhando força até maio.

O segmento residencial apresentou queda de 6,9% na comparação entre junho e julho. Já a utilização industrial teve alta de 2,1% no mês. O setor comercial apresentou redução de 4,1% ante o mês anterior.

A região Sudeste continua a ser o maior mercado consumidor de gás natural, com volume médio diário de 48,9 milhões de m³ em julho. O Nordeste vem em seguida, com 15,4 milhões de m³. As regiões Sul, Norte e Centro-Oeste consumiram 6,4 milhões de m³/dia, 3,5 milhões de m³/dia e 2,9 milhões de m³/dia, respectivamente.

Fonte: Energia Hoje