Copergás amplia interiorização do gás natural em Pernambuco

11/04/2022

A inauguração do Projeto de Rede Local da Copergás em Garanhuns, na última sexta-feira (8), foi marcada pela valorização do desenvolvimento do Interior de Pernambuco – todos os que discursaram no evento destacaram esse aspecto do empreendimento. Com a conclusão da primeira fase do projeto, a Companhia já abastece uma indústria local, a DPA/Nestlé. Ao término das obras, serão atendidos dois postos com GNV, quatro condomínios residenciais, 37 estabelecimentos comerciais e mais uma indústria. No total, a Copergás investirá R$ 7 milhões.

A previsão é que as obras da segunda etapa sejam encerradas até abril de 2023. Com isso, o gasoduto local terá cerca de 10 km de extensão. Dos 5.568 municípios brasileiros, apenas 484 têm acesso ao gás natural, segundo dados da Abegás (Associação Brasileira de Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado). Garanhuns se tornou exatamente o 484º. “Tirar do papel um projeto com esta importância é, para nós, fator de muita satisfação”, disse o presidente da Copergás, André Campos, ao discursar na abertura do evento. “Estamos chegando aqui para ficar e para contribuir com o desenvolvimento de Garanhuns e do Agreste, concretizando a recomendação do governador Paulo Câmara e do secretário Geraldo Julio (Desenvolvimento Econômico) de interiorizar cada vez mais o gás natural”, completou.

Também participaram da inauguração o prefeito da cidade, Sivaldo Albino, secretários municipais e vereadores; o diretor de Estratégia e Mercado da Abegás, Marcelo Mendonça; o vice-presidente da New Fortress, Marcelo Rodrigues; os presidentes da Bahiagás, Luís Gavazza, e da Algás, José Ediberto de Omena, além de executivos da DPA/Nestlé.

O prefeito Sivaldo Albino destacou o fato de Garanhuns ser agora o 484º município a ter gás natural canalizado no país e disse que a chegada dessa fonte energética pode levar o município e o Agreste Meridional a atraírem novos empreendimentos, gerando emprego e renda. “Trata-se de um projeto que contempla tanto o grande empresário quanto os pequenos consumidores”, afirmou.

O projeto que levou o gás natural a Garanhuns é realizado em parceria entre a Copergás e a empresa norte-americana New Fortress. O sistema utiliza o transporte rodoviário do gás em estado líquido (GNL) e, no município, ele é regaseificado para a sua forma natural, o estado gasoso, sendo, a partir daí, odorizado e distribuído pela Copergás aos clientes, por meio do gasoduto local.

“Este projeto é o que há mais inovador no mundo para a ampliação da interiorização do gás natural. Garante o acesso ao gás natural e, à medida que o consumo aumentar, as obras também podem ser ampliadas”, afirmou o vice-presidente da New Fortress, Marcelo Rodrigues.

Desenvolvimento

Após o discurso de André Campos, o diretor técnico-comercial da Copergás,  Fabrício Bomtempo, fez uma apresentação detalhando o projeto de Rede Local da Companhia e destacando as projeções para o futuro do empreendimento. Em seguida, o diretor administrativo-financeiro, Luciano Guimarães, falou sobre a importância para o município e para a região de todos poderem contar com mais uma opção energética – fator gerador de desenvolvimento, de aumento de competitividade e de segurança e comodidade.

O modelo da Rede Local está implantado também em Petrolina, onde foi inaugurado em outubro do ano passado. Encontra-se em estudos na Copergás a instalação do sistema em outros locais, como Araripina, no Sertão.  Em todo o Estado, a Copergás atende hoje mais de 62 mil clientes, nos segmentos industrial, comercial, residencial e de GNV.