Copergás bate recorde histórico de vendas de gás natural

18/04/2022

                                                                                Projeto de Rede Local da Copergás em Garanhuns (PE)

A Copergás bateu um recorde histórico na comercialização do gás natural, atingindo a média de 1,759 milhão de m³/dia, em março. É o maior volume médio mensal já registrado pela Companhia desde o início de suas operações. Até então, a melhor marca havia ocorrido em novembro/2021, com 1,751 milhão de m³/dia.

Para o presidente da Copergás, André Campos, os números representam o acerto dos investimentos na ampliação da distribuição do gás e a qualidade do trabalho desempenhado pelos colaboradores nas mais diversas áreas da Companhia.

“Para a obtenção desse resultado já temos a participação do nosso pioneiro projeto de Rede Local em Petrolina, no Sertão, e em Garanhuns, no Agreste, atestando a importância da estratégia da Copergás em ampliar a interiorização de suas operações”, disse André.  Os projetos de Rede Local nos dois municípios comercializam, hoje, cerca de 25 mil m³/dia. “E vamos seguir avançando, tanto no interior quanto na Região Metropolitana. Nossa meta, atendendo determinação do governador Paulo Câmara e do secretário Geraldo Julio (Desenvolvimento Econômico), é colocar o gás natural ao alcance do maior número possível de clientes, nos segmentos industrial, comercial, residencial e de GNV”, completou ele.

INDUSTRIAL

Os números de março também foram recordes no segmento industrial, que teve um volume global comercializado de 39,2 milhões de m³ no mês. No primeiro trimestre de 2022 a Copergás interligou três indústrias – a terceira, em março, foi a Intertropical Exotics, produtora e exportadora de tubérculos frescos minimamente processados, localizada em Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata do Estado. Em 2021 foram interligadas 21 indústrias.

A expectativa é que o ritmo da comercialização do GN se mantenha em  crescimento. A Copergás possui atualmente mais de 62 mil clientes, uma rede de gasodutos superior a 1 mil km e os projetos de Rede Local em Petrolina e Garanhuns. Em 2021 a Companhia investiu R$ 54,3 milhões, ampliando sua malha de gasodutos em 65,6 km.   Para 2022 a previsão é de R$ 68,4 milhões de investimentos, objetivando os projetos de expansão da rede na Região Metropolitana e no interior.