Copergás estuda projeto de hidrogênio verde, em parceria com grupo Qair e Suape

23/03/2022

O diretor técnico-comercial da Copergás, Fabrício Bomtempo, recebeu o diretor de operações da Qair Brasil, Gustavo Silva, e o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Porto de Suape, Carlos André Cavalcanti, para tratar de parceria em um projeto-piloto de hidrogênio verde em Pernambuco. Através da rede de distribuição da Copergás, o produto seria destinado a clientes industriais da Companhia na região de Ipojuca, um dos municípios onde está localizada a área do Complexo Industrial e Portuário de Suape.

Ficou definida a elaboração de um memorando de entendimento entre as três empresas com o intuito de analisar a viabilidade do projeto.  “Entendemos que o hidrogênio verde é uma alternativa energética que se viabilizará nos próximos anos, e nós, dentro do compromisso com o meio ambiente e a sustentabilidade, temos todo o interesse em fomentar a produção de gás de origem renovável e demonstrar as potencialidades do Estado de Pernambuco visando a atração de novos investimentos”, disse Fabrício Bomtempo. Com a celebração do memorando, uma nova reunião será realizada para início dos estudos.

Participaram da reunião, pela Copergás, Fábio Morgado, assistente da Diretoria Técnico-Comercial; Rafael Mendes, gerente da GMAR (Gerência de Medição e Análise de Rede), e Carlos Eduardo Santos, gerente da GCVI (Gerência de Comercialização Veicular e Industrial). Pelo Porto de Suape, além de Carlos André, esteve presente também o coordenador de monitoramento e licenciamento ambiental, Rodrigo França Xavier.

“A construção e a formalização desta parceria tripartite entre Suape, Copergás e a empresa Qair é fundamental para o desenvolvimento da cadeia de produção do hidrogênio verde no Complexo Industrial e Portuário de Suape”, afirmou Carlos André. “Com isso, pretendemos aprofundar os estudos de viabilidade econômica de mercado futuro, visando estruturar a escala de produção, o armazenamento e a distribuição progressiva do produto por meio de rede de dutos da Copergás no complexo, e tendo como ponto de partida uma unidade de produção em pequena escala”, completou.

A Qair Brasil é subsidiária do grupo multinacional francês Qair International, que atua em 17 países  com projetos na área de desenvolvimento sustentável e transição energética. Na estrutura do grupo, a subsidiária brasileira ocupa posição de destaque, porque está à frente dos projetos de hidrogênio verde.

No Brasil, a Qair tem dois grandes projetos em desenvolvimento: um no porto de Pecém (Ceará) e o outro no Porto de Suape (PE) – neste, o investimento do grupo pode chegar a R$ 20 bilhões. A capacidade prevista é de 2.240 MW, com produção de 488 mil toneladas/ano.  O projeto será instalado em duas áreas de Suape, com aproximadamente 110 hectares. “A configuração final de cada projeto será definida a partir de resultados e conclusões dos estudos de viabilidade em  curso”, afirma material de informação da Qair Brasil, que vê o país com potencial para tornar-se no futuro “um dos principais players mundiais” na produção de hidrogênio verde.

Em outubro do ano passado, o presidente do grupo Qair International, Louis Blanchard, esteve em Suape, sendo recebido pelo secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Julio, e pelo diretor-presidente de Suape, Roberto Gusmão.