COPERGÁS ULTRAPASSA 37 MIL RESIDÊNCIAS COM GÁS NATURAL

21/02/2019

O gás natural já é fornecido para mais de 37 mil residências em Pernambuco. A Companhia Pernambucana de Gás (Copergás) atingiu a marca com a interligação do edifício Via Spazio, localizado no bairro de Boa Viagem, com 56 unidades consumidoras. O condomínio tem um consumo estimado em 363 metros cúbicos/mês de gás natural, utilizados para cocção.

Além dele, também foram interligados recentemente os edifícios Dom Perignon, no bairro das Graças, e o Amadeus e Mozart, na Torre. O primeiro possui 16 unidades, e um consumo previsto em 191 m3/mês, já o segundo, tem 88 apartamentos e uma previsão de consumo de 405 m3/mês de gás natural. Também ocorreu a interligação do edifício Maria Lígia, em Boa Viagem, com 174 apartamentos e consumo previsto em 1,9 mil m3/mês. Com as novas interligações a Copergás soma 37.285 consumidores residenciais em 683 condomínios. A meta é interligar 5,5 mil unidades residenciais, até o final de 2019, e encerrar o ano com mais de 42 mil residências abastecidas, esclarece o gerente de Comercialização do Residencial e Comercial da Copergás, Anderson Andrade.

Tem contribuído para o crescimento no segmento residencial, a expansão na rede de distribuição, na região Norte do Recife, que já concluiu os bolsões Zona Norte 1 e 2. As obras beneficiam bairros estratégicos para evolução do mercado como Graças, Espinheiro, Madalena e Casa Forte. Também há expansões na Imbiribeira, zona Sul do Recife, e nos bairros de Casa Caiada e Bairro Novo, em Olinda. O setor comercial também é atendido com a chegada da tubulação.

Atualmente em obras, o Bolsão Zona Norte 3 chega a 20,9 km construídos, o que representa 89,72% do projetado para a região que é de 24 km. Também em Olinda, as obras totalizam 55% do projetado com uma extensão de 6,7 km. Quando finalizada a rede contará com 11,9 km de gasodutos na cidade.

O projeto de expansão contempla ao todo 95 km de gasodutos, com investimentos superiores a R$ 36 milhões. Projeções da Copergás apontam que com a nova rede em operação há um potencial de 20,7 mil consumidores residenciais e 329 comerciais, que representam 5,1 mil metros cúbicos/dia de gás natural no residencial e 8,2 mil metros cúbicos/dia no comercial.