Distribuição

          O gás natural é uma realidade no interior de Pernambuco desde 2009, quando foi inaugurado o Gasoduto da Interiorização Recife-Caruaru, que liga o Recife ao Agreste por 120 km de tubulação. Foi a primeira etapa da interiorização do gás natural, que agora caminha em direção ao Sertão. A segunda etapa, que liga Caruaru a Belo Jardim com 50km de extensão, foi concluída em 2016.

          Com a ampliação do gasoduto, espera-se expandir ainda mais a distribuição do gás natural no interior. Hoje, com o gasoduto que parte da capital até o município de Belo Jardim, já são beneficiadas outras cidades como Moreno, Pombos, Vitória de Santo Antão, Saíré, Chã-Grande, Gravatá e Bezerros.

          Os benefícios com a interiorização se registram, sobretudo, nos setores industrial e automotivo. O projeto de interiorização do gás natural possui quatro fases que ligam a capital até Araripina, e soma 1.079km e prevê outras etapas futuras, como Caruaru – Pesqueira – Toritama, e Pesqueira – Araripina, mais dois ramais: São Caetano-Garanhuns e Salgueiro – Petrolina.

GNC:

          Antes de o gasoduto chegar à região do Araripe, o gás natural abastece a região na forma de Gás Natural Comprimido – GNC. Esta é a finalidade da Central de Distribuição de Gás Natural localizada em Caruaru. De lá, o combustível é levado por carretas para os municípios que ainda não possuem gasodutos. Numa iniciativa para acelerar a economia destes lugares, o Governo de Pernambuco autorizou a isenção do ICMS para o GNC na região do Araripe, garantindo mais desenvolvimento e benefícios ambientais para o Estado.
Confira aqui o projeto de expansão para o interior do Estado.