Interior

Desde 2009, o gás natural passou a ser uma realidade para o interior de Pernambuco. O Gasoduto da Interiorização Recife-Caruaru, que liga o Recife ao Agreste por 120km de tubulação, entrou em operação naquele ano, constituindo-se na primeira etapa da interiorização do desenvolvimento em direção ao Sertão. O gasoduto parte da Capital para o município de Caruaru, beneficiando também as cidades de Moreno, Pombos, Vitória de Santo Antão, Sairé, Chã-Grande, Gravatá e Bezerros.

A interiorização do gás natural consiste em um gasoduto com 12 polegadas de diâmetro para abastecer, inicialmente, os setores industrial e automotivo. O projeto completo prevê ligar a Capital ao Sertão (Recife- Araripina) e soma 1.079km. Além da construção do trecho Recife-Caruaru, está em preparação projetos para as etapas Caruaru-Pesqueira-Toritama.  Outras fases compõem os trechos Pesqueira-Araripina e os ramais:  São Caetano-Garanhuns e Salgueiro-Petrolina.

Em maio de 2015 a Copergás iniciou uma nova etapa da interiorização do gás natural com a construção do gasoduto Caruaru-Belo Jardim. A gasoduto, com 53 km de extensão, foi concluído e inaugurada pelo governador Paulo Câmara, em setembro de 2016. Está prevista uma segunda etapa, com mais 75 km, que vai fazer a ligação entre Belo Jardim e Arcoverde.

Atualmente o gás natural chega ao Sertão do Araripe, na sua forma comprimida. O Gás Natural Comprimido (GNC) é levado em cilindros especiais acondicionados em carretas para atendimento aos clientes. Esta é, inclusive, a finalidade da Central de Distribuição de Gás Natural de Caruaru. De lá, o combustível é levado por carretas para os municípios que ainda não possuem gasodutos. Numa iniciativa para acelerar a economia desses lugares, o Governo de Pernambuco autorizou a isenção do ICMS para o GNC na região do Araripe, proporcionando maior desenvolvimento e benefícios ambientais para o Estado.

Veja abaixo o projeto de expansão do gasoduto para o interior do Estado.


Projeto de expansão para o interior