Enem: Copergás apoia maior curso preparatório gratuito do Brasil

11/06/2021

A Copergás apoia a nova edição do Acelere no Enem, maior curso preparatório gratuito do Brasil voltado para o Exame Nacional do Ensino Médio. O projeto é pernambucano e foi criado pela empresa inovadora Acelera Educação. Alunos de todos os 184 municípios de Pernambuco e de Fernando de Noronha já estão matriculados. Ano passado foram mais de 20 mil inscritos. O objetivo agora é atender mais de 200 mil.

O Acelere 2021 terá oito meses de duração, oferecendo aulões virtuais, simulados, fichas de exercício, monitorias e aulas tira-dúvidas. Do projeto participam professores renomados de Pernambuco e de outros Estados. Entre eles, Paulo Jubilut (Biologia), Noeslen (Linguagens), Ferreto (Matemática) e Débora Aladim (Redação) – que, em conjunto, têm mais de 10 milhões de inscritos em seus canais no YouTube.

A iniciativa atende a milhares de estudantes que, com a pandemia e períodos de interrupção das aulas, enfrentam dificuldades extras na preparação para o Enem.

O presidente da Copergás, André Campos, destacou o compromisso institucional da Companhia no apoio a ações sociais nas áreas da Educação, Meio Ambiente, Cultura e Esportes. “Este incentivo é um dos pilares da nossa política de responsabilidade social. O Acelere no Enem contempla nossos princípios e ficamos orgulhosos em poder contribuir com a iniciativa que, neste difícil momento de pandemia, colabora para manter vivo o sonho de muitos jovens pernambucanos em ingressar na universidade”, afirmou.

O Acelere no Enem foi criado em agosto do ano passado por Rhayan Vasconcelos, de 24 anos, diretor executivo da empresa startup Acelera Educação. O Brasil encontrava-se em plena pandemia e milhares de alunos ficaram sem aulas em virtude das medidas adotadas para evitar o contágio do coronavírus. Entre os objetivos da atividade constam a redução da desigualdade social em relação ao acesso ao ensino superior e o aumento do percentual de pernambucanos aprovados no SISU (Sistema de Seleção Unificada).

Em 2020 o projeto foi eleito pela Brazil Conference – Harvard & MIT um dos 30 melhores do país, concorrendo com mais de mil empreendimentos sociais.